A súmula da vergonha

O jogo da semana passada contra o Grêmio, que valeu a nossa classificação para a final da Copa do Brasil, foi um jogo extremamente duro e pegado como é de se esperar de um clássico. A expulsão do Henrique foi uma vergonha, mas a súmula é um tapa na cara do torcedor (principalmente o Palmeirense).

Aos 38 minutos do 2º tempo expulsei diretamente o jogador número 3, Sr. Henrique Adriano Buss da equipe da S. E. Palmeiras, por partir em direção ao seu adversário, número 33 Edílson Mendes Guimarães de forma agressiva, além de gesticular de maneira ostensiva. Imediatamente o jogador atingido revidou com um empurrão e um soco no rosto. Ato contínuo o expulsei também. Cumpro relatar que a partida encontrava-se paralisada.

Por fim informo ainda que não presenciei o início da ocorrência, sendo alertado pelo assistente número 1, Sr. Márcio Eustáquio Santiago e ainda pelo 5º árbitro o Sr. Emerson Augusto de Carvalho, que me informaram ser o iniciador da ação, que ocasionou as expulsões o Sr. Henrique Adriano Buss, o número 3 da equipe da S. E. Palmeiras.


Somos abertamente chamados de burro.

Ele inverteu totalmente o ocorrido, independente do que contaram para ele, quem foi expulso primeiro foi o jogador Gremista, depois foi influenciado pelo auxiliar Márcio Eustáquio Santiago e pelo 5º árbitro Emerson Augusto de Carvalho e assim deveria estar relatado na súmula.

Reparem ainda que ele coloca Henrique como causador e Edílson como vítima. Vai ser o primeiro caso de expulsão por "partir em direção ao seu adversário", já que os jogadores do Grêmio partiram de "forma agressiva e gesticulando de maneira ostensiva" para cima do árbitro durante todo o jogo e nenhum deles foi expulso. Realmente Henrique seguia para o bolinho de jogadores, não sabemos o que ele faria, mas antes de fazer qualquer coisa ele tomou empurrão e soco.

Portanto, correção na lista de safados da última quinta-feira, saiu o Quarto árbitro e entrou o Quinto. O mais grave, é que o o Sr. Emerson Augusto de Carvalho foi um dos bandeirinhas no derby, como lembrou o Fábio Tatu do Blog do Torcedor no Globoesporte, um prêmio pelos bons serviços prestados. Parabéns a todos os envolvidos.

Adicionar novo comentário

Devido a comentários sem educação, aguarde a moderação