Posição de alguns imbróglio


Ontem, o Diretor Jurídico do Palmeiras, Piraci, escreveu em seu twitter como andam alguns processos do Palmeiras. Os casos David (hoje no Santos), Rogério (Corinthians) e Martinuccio são os citados, confira o que ele escreveu:

1 - Caso Rogério - Está no STJ para julgamento final. Ganhamos em 1a e 2a Instância. Deve ser julgado em alguns meses - Valor perto de 30 mi

— Piraci Oliveira (@piraci) junho 3, 2012

Este primeiro caso é o caso mais adiantado. Rogério usou o Tribunal do Trabalho para ir para o Corinthians em 2000. O contrato estava próximo de acabar e ele acabou conseguindo uma liminar para poder deixar o Palmeiras. Além dos R$ 8 MI dos "Direitos Econômicos" de Rogério, o Palmeiras cobra danos morais e ressarcimento por outros eventuais prejuízos. Tudo reajustado.

2 - Martinuccio-Está na FIFA e temos boas chances. deve consumir entre 1 e 2 anos. O advogado é Suíço.

— Piraci Oliveira (@piraci) junho 3, 2012

No caso de Alejandro Martinuccio, que foi para o Fluminense com pré-contrato assinado com o Palmeiras, é o que mais vai demorar, 2 anos pelo menos. Pré-contrato tinha cláusula de multa no valor de R$ 50 MI.

3 - David Braz - Está na FIFA e deverá ser julgado em até 1 ano. Também temos ótimas chances.

— Piraci Oliveira (@piraci) junho 3, 2012

David Braz deixou o clube e foi para o Panathinaikos, da Grécia, rasgou o contrato dizendo que era de gaveta, o caso também está na FIFA, mas deve ser julgado antes, já que fez toda confusão no final de 2008 e ação já entra no seu 3º ano. Podemos levar R$ 16 MI.

Outro caso não citado foi o de Basílio, que em 2002 deixou o clube e foi parar no Ituano. Ação ainda aguarda decisão e pode render R$ 6,5 MI.

Adicionar novo comentário

Devido a comentários sem educação, aguarde a moderação