Grêmio 0 x 2 Palmeiras

O Palmeiras conseguiu algo que nem o torcedor mais otimista acreditava, 2 a 0 em plena capital Gaúcha e trás na bagagem uma vantagem maiúscula para São Paulo, calando completamente o estádio Olímpico e fazendo os torcedores Palmeirenses cantar a todo pulmão.


Foto: Ricardo Rímoli

Felipão começou a partida de forma bem diferente, confundiu até mesmo os comentaristas que falavam de um Palmeiras com 3 zagueiros. Você torcedor que nos acompanha já sabia que Felipão amadurecia a idéia a bastante tempo: jogar com Henrique de volante. Artur também ganhou a vaga de Cicinho, mostrando que o Palmeiras não queria sofrer gols, apostando na marcação.

O primeiro tempo foi de um falso domínio Gremista, que não teve chances claras de gol e somente uns 2 lances mais agudos. Do lado Palmeirense, perdíamos contra-ataques com Daniel Carvalho e Luan, deixando Barcos completamente isolado.

No segundo tempo as coisas mudaram e, como na maioria dos últimos jogos da Copa do Brasil, o Palmeiras veio com melhor postura em campo. O Grêmio não chegava mais na área do Palmeiras e nossos homens de ataque começavam a ter mais domínio, principalmente depois que o Grêmio trocou seus 2 homens de ataque, não conseguiam mais fazer jogadas.

Aos 37', estava no sofá ao lado de meu pai e nos questinávamos: "quando o Felipão vai tirar o Daniel Carvalho? Não fez nada, mal correu e nem suou!". Dois minutos depois a entrada de Mazinho, 2 minutos após a entrada o gol e a alegria. Boa jogada de Cicinho pela direita.

Era só segurar o jogo, mas não, a bola foi cruzada na área e Barcos tocou no contra pé do goleiro, 45 minutos e 2 a 0. O Palmeiras calou o estádio e muita gente que considerava o Grêmio favorito para o confronto. Os jogadores foram comemorar com a torcida, que cantava e cantava em um delírio supremo.

O Palmeiras tem grande vantagem para próxima semana, que vai carimbar nossa vaga para a final.

Adicionar novo comentário

Devido a comentários sem educação, aguarde a moderação