Clássicos e fim de campeonato

O saldo dos clássicos neste fim de campeonato foi positivo. Uma vitória maiúscula pra cima da Bixarada e um empate infinitamente superior contra a Gambazada, expulsão de injusta de Valdívia e pênalti inexistente cobrado por parte da imprensa não mudarão o resultado.

O torcedor do Palmeiras cantaram e empurraram, os jogadores honraram e lutaram. A luta foi conjunta, se fosse assim o ano inteiro, muita coisa teria sido diferente, mas aonde desandou?

O Palmeiras mostrou que o time não deve pra maioria dos times do Brasil, com um elenco bem reduzido e com maioria de apostas, o Palmeiras começou o ano como patinho feio e só não aprontou logo no Paulista por pura safadeza da arbitragem.

Tomou um pau do Coritiba, num apagão geral, mas começou bem no Brasileiro e foi assim até o fim do primeiro turno, estava bem posicionado na tabela e parecia que ia crescer no fim, mas aí apareceu o grande "vilão" da temporada. Judas30 estragou nosso elenco recebendo "boas" instruções de seu tutor, o Pepinho. Fedeu tudo e nada mais se encaixava.

O Traidor saiu, disse que o grupo era desunido e que ninguém gostava do Felipão, engraçado, o grupo mostrou estar unido em vários momentos, ontem na hora da briga, se fecharam num bolo e um protegia o outro. Chupa Judas.

Agora é repensar forte e muito para 2012. O Palmeirense precisa voltar a sorrir.

Adicionar novo comentário

Devido a comentários sem educação, aguarde a moderação