WTorre e Traffic

Via Lance.

WTorre e Traffic assinam contrato dia 30
Acerto será realizado na sede do Palmeiras e definirá a exploração comercial da praça esportiva a ser construida

A WTorre e a Traffic assinarão na próxima quarta-feira ao meio-dia, na sede do Palmeiras, um contrato para exploração comercial da Arena Palmeiras. A Traffic será responsável por gerenciar desde os camarotes até os naming rights do estádio, passando pelo estacionamento e pelos auditórios que ficarão embaixo das arquibancadas.

A escolha da Traffic já tinha sido feita há alguns meses, mas, com o contrato, a parceria ganha contornos definitivos.

O próximo passo será o lançamento da pedra fundamental, que deve ocorrer entre novembro e dezembro. Juntamente deverá ser iniciada a pré-venda das propriedades, inclusive os camarotes e as cativas. A ideia inicial é que tanto uns como outras sejam alugadas por períodos de dois anos. Os preços não estão definidos, segundo disse há três dias Julio Mariz, presidente executivo da Traffic.

Pelo acordo entre a WTorre e o Palmeiras, o clube ficará com uma porcentagem menor da exploração comercial do estádio, mas essa porcentagem irá crescendo pelos próximos 30 anos, quando o complexo passará completamente às mãos do Palmeiras.

A WTorre deverá investir entre R$ 300 milhões e R$ 400 milhões no estádio e em prédios para a administração e diversos esportes, e irá recuperar o investimento justamente com a exploração comercial do estádio. Pelo plano de negócios apresentados, o Palmeiras deverá ter ganho de receitas desde o primeiro ano.

Adicionar novo comentário

Devido a comentários sem educação, aguarde a moderação