Palmeiras tem melhor caminho

O Blog Mata-mata da Revista Época fez uma análise do restante do campeonato Brasileiro e comprovou: o Palmeiras tem o melhor caminho até o final. Veja a reportagem abaixo:

.

Os gráficos abaixo tentam representar, de maneira simples, o caminho dos times candidatos ao título até a última rodada (foram incluídas as equipes até o sétimo lugar). Eles mostram que há bastante equilíbrio entre pedreiras e babas. Todos terão nas 14 rodadas que restam jogos muito difíceis e outros em que até empatar será um mau resultado. Mas o Palmeiras tem o caminho ligeiramente mais fácil: na média, seus adversários daqui até o final têm 41,7% de aproveitamento até a 24ª rodada deste ano, considerado o mando do jogo (ou seja, se o jogo será em casa ou fora).

O gráfico mostra a sequência de jogos de cada time, se o jogo será dentro ou fora de casa (ou em campo neutro, caso do clássico mineiro) e qual o aproveitamento de pontos do adversário no campo onde a partida será disputada. Quanto mais em cima um jogo aparece, mais difícil ele será.

Segue a análise, time por time.
PALMEIRAS
Líder, 44 pontos
Chances de título: 29%
Chances de Libertadores: 81%

RAZÕES PARA OTIMISMO: Só tem uma verdadeira pedreira no caminho: o Grêmio, no Olímpico, na 36ª rodada.
RAZÕES PARA PESSIMISMO: Em casa, só terá um jogo realmente fácil, contra o Sport, na 35ª rodada.




INTERNACIONAL
Segundo lugar, 43 pontos
Chances de título: 24%
Chances de Libertadores: 78%

RAZÕES PARA OTIMISMO: Tem que aproveitar as próximas sete rodadas, em que pega vários times da parte de baixo da tabela,como Coritiba, Náutico, Atlético-PR e Fluminense.
RAZÕES PARA PESSIMISMO: Fora de casa, tem várias pedreiras: Vitória, São Paulo, Barueri e Atlético-MG.



SPFW
Terceiro lugar, 43 pontos
Chances de título: 23%
Chances de Libertadores: 74%

RAZÕES PARA OTIMISMO: Quatro jogos teoricamente fáceis no Morumbi - Coritiba, Barueri, Vitória e Sport. Na última rodada, pode decidir o título contra o Sport em São Paulo.
RAZÕES PARA PESSIMISMO: Na penúltima e na antepenúltima rodada joga fora de casa, o que pode complicar suas possibilidades de chegar à 38ª partida ainda com chances.



ATLÉTICO-MG
Quarto lugar, 40 pontos
Chances de título: 7%
Chances de Libertadores: 44%

RAZÕES PARA OTIMISMO: Em casa, vai pegar rivais que têm excelente desempenho doméstico: Barueri, Vitória e Flamengo.
RAZÕES PARA PESSIMISMO: Viaja para enfrentar três duríssimos concorrentes diretos - São Paulo, Goiás e Palmeiras.



GOIÁS
Quinto lugar, 39 pontos
Chances de título: 7%
Chances de Libertadores: 40%

RAZÕES PARA OTIMISMO: Nas próximas sete rodadas, tem quatro jogos no Serra Dourada contra times de desempenho fraco fora de casa: Grêmio, Botafogo, Sport e Fluminense. Tem que aproveitar para se aproximar do topo.
RAZÕES PARA PESSIMISMO: Tem jogos muito difíceis fora de casa contra Corinthians, Palmeiras, Flamengo e - na última rodada - Vitória no Barradão.



CORINTHIANS
Sexto lugar, 37 pontos
Chances de título: 3%
Chances de Libertadores: já está classificado, como campeão da Copa do Brasil

RAZÕES PARA OTIMISMO: A volta de Ronaldo.
RAZÕES PARA PESSIMISMO: O caminho é pedregoso até o final. Tem São Paulo no Morumbi, Vitória no Barradão, Palmeiras no Palestra Itália e - na última rodada - Atlético no Mineirão.



GRÊMIO
Sétimo lugar, 36 pontos
Chances de título: 2%
Chances de Libertadores: 19%

RAZÕES PARA OTIMISMO: Seus dois próximos jogos no Olímpico são teoricamente muito fáceis, contra Fluminense e Sport. Enfrenta dois candidatos ao título - São Paulo e Palmeiras - também em Porto Alegre.
RAZÕES PARA PESSIMISMO: Pega Goiás, Corinthians e Internacional fora de casa. Na última rodada, o Flamengo no Maracanã.

Adicionar novo comentário

Devido a comentários sem educação, aguarde a moderação