Os 7 pecados capitais


pela Revista Placar.

A venda de Keirrison está longe de ter sido o fator determinante para a queda de Vanderlei Luxemburgo. A demissão é só o desfecho de uma longa fritura que tem personagens inusitados, como o goleiro Marcos.

Segundo quatro dirigentes palmeirenses, no fim do ano passado, o camisa 12 sugeriu à diretoria que o emprestassem. Não queria mais trabalhar com Luxemburgo. Reclamava que ele, além de pegar no seu pé pelas declarações pós-jogos, treinava pouco o time e que mostrava falta de compromisso com o trabalho, às vezes deixando a concentração para cuidar de sua vida particular. Isso também irritou bastante a diretoria.

Na opinião dos diretores, além de não dar treinos de manhã e à tarde, Luxemburgo deixava muito o trabalho nas mãos dos auxiliares. Aliviados com a demissão, agora contam, por exemplo, que o técnico assegurou que Gladstone seria o sucessor à altura de Henrique, por isso não seria problema vender o zagueiro.

As queixas foram se acumulando. Até que a eliminação na Libertadores e a queda de Muricy no São Paulo criaram o cenário ideal para a diretoria, enfim, se livrar do treinador. O técnico desconfiou que receberia o bilhete azul. Segundo dois dirigentes, depois da desclassificação para o Nacional, disse para o presidente Luiz Gonzaga Belluzzo ficar à vontade se achasse que deveria demiti-lo.

Diretores de Belluzzo já avaliavam que seria melhor dispensá-lo e pagar a multa rescisória do que continuar com um gasto mensal de 1 milhão de reais com a comissão técnica. Mesmo assim, planejaram aumentar a fritura anunciando que um dos assistentes de Luxemburgo seria demitido para corte de despesas. Não deu tempo. Veio a negociação de Keirrison com o Barcelona, sem que o treinador fosse avisado. Luxemburgo mordeu a isca. O clube pretende pagar a multa parceladamente. Mas há risco de o caso parar na Justiça do trabalho.

Curiosamente, a diretoria já assegurou a permanência de vários assessores - três deles já acertaram com o clube. Sinal de que Luxemburgo incomodava mais do que seu estafe.


Os 7 pecados capitais de Luxemburgo

A língua solta
Falou mal dos jogadores (inclusive do goleiro Marcos, ídolo palmeirense), da torcida alviverde e até da Traffic. Elogiou Ronaldo, a torcida do Grêmio, a estrutura do São Paulo.... e culpou sempre alguém (nunca ele) pelas derrotas do Palmeiras.

O custo benefício
Técnico mais caro do país (ganhava R$ 500 000 para dirigir o Palmeiras), que, de quebra, traz no pacote uma comissão monstra - coloque na conta pelo menos mais R$ 500 000 para o clube. Se o treinador ainda conquistasse título à altura deste pacote...

O trabalho mal feito
Segundo a diretoria do Palmeiras, Luxemburgo avaliou mal alguns jogadores e errou em outras indicações. Além disso, faltava a treinos ou chegava atrasado, deixando o comando para os auxiliares. E dava poucos treinos em dois períodos.

O mau exemplo
Além das faltas e atrasos nos treinos do time nesses 18 meses de clube, Vanderlei Luxemburgo burlava a concentração enquanto os jogadores eram obrigados a ficar enfurnados semanas em Atibaia, por exemplo.

A ausência de foco
Instituto Wanderley Luxemburgo, projetos pessoais, negociações... Resultado: não conhecia mais tão bem assim os jogadores disponíveis no mercado e nem os adversários que o Palmeiras enfrentava.

A briga com Marcos
Tinha de engolir o temperamento do goleiro e não conseguia. Trombou com ele várias vezes, pegando no pé por conta das declarações pós-jogo, e o goleiro chegou a pedir para ser negociado.

A falta de tato
De revelador de talentos... ele não conseguiu tirar nada dos jogadores trazidos pela parceira para o Palestra Itália. Pelo contrário. Vários que chegaram foram queimados: Maicosuel, Evandro, Marquinhos...

2 Comentários até agora.

  1. Zé Mario escreveu:

    Diretoria medrosa.... pq não fala isso nas coletivas...

  2. Catedraldeluz escreveu:

    Fernando,

    Infelizmente - para nós palmeirenses - tudo que foi citado é verdadeiro.

    Portanto, estava na hora das mudanças.

    "Construir para poder conquistar! Acreditar sempre"

Adicionar novo comentário

Devido a comentários sem educação, aguarde a moderação