Obina pede a música

Aos que não viram, no Fantástico deste domingo que passou, o Obina pediu a música da trilha sonora de seus gols.

A música escolhida foi "Pique Novo e Regis Danese - Faz um milagre em mim", música religiosa, agora cantada no ritmo de pagode pelo grupo Pique Novo.

Então, aí está, a matéria feita, vale a pena conferir.

5 Comentários até agora.

  1. porcopedia escreveu:

    Matéria da Globo, como não poderia deixar de ser, é pró-gambá/ducho.
    Mostram que Obina fez falta no 1o gol mas "se esquecem" de mostrar Chicão segurando Obina segundos antes de Pierre cruzar.
    Acho que você não mora em SP. No jornal local (SPTV), Cléber Machado estava com uma cara de merda enquanto falava do jogo de domingo, da sapecada que os gambás tomaram, da patinha quebrada do gordo.
    Como diz um amigo que odeia o Galvão Bueno: "eu assisto jogo até com o Galvão mas com o escroto Machado, nunca mais.".

  2. Fernando Kamers escreveu:

    Cara, eu odeio o Cleber Machado, ele tentou se inspirar no lixo do Galvão e ficou mil vezes pior. pqp.

    E concordo quando diz que a globo, assim como lance, gazeta, e etc são totalmente pró-gamba/ducho.

    Tanto é que a capa da maioria dos sites esportivos eram referente a vitória bambi.. Ou sobre a fratura do gordo..

  3. Ricardo escreveu:

    Amici,
    Sou muito novo pra lembrar, mas os mais antigos dizem que na época do Zico aquela tvzinha carioca conseguia ser ainda mais insuportável puxando saco da urubuzada...

  4. porcopedia escreveu:

    É verdade Ricardo.
    E não sei se é verídico ou não mas dizem que a avalanche de torcedores do Flamengo se deve a Globo, que transmitia para todo o Brasil as partidas dos urubus.Tá certo que naquela época o Flamengo era outro, mas que a Globo tem a ver com essa explosão do nr de torcedores, isso tem.

  5. Anônimo escreveu:

    A Globosta é muito hipócrita, ficam lambendo o saco dos gambás/gordo e a camisa dos caras com patrocínio da Tele-Sena/SBT.

Adicionar novo comentário

Devido a comentários sem educação, aguarde a moderação