Nova conquista


Marcos: "É claro que sempre passa na minha cabeça aquela conquista. Não tem como esquecer. Foi a partir dali que eu comecei minha trajetória no futebol. A Libertadores abriu muitas portas para mim e fez ser o que eu sou hoje. Mas o mérito daquela conquista foi de todo o grupo."

"Esse time ainda está sendo formado. O de 1999 já estava pronto, inclusive havia sido campeão da Copa Mercosul em 1998. Foi uma espécie de teste, um laboratório para vários jogadores. Agora, superamos muitas adversidades e conseguimos algumas vitórias que pareciam impossíveis. Esse grupo já provou ter uma força acima do normal."

"Mas não passa pela nossa cabeça ser eliminado."


Claro que não passa, Marcão, não seremos!

Adicionar novo comentário

Devido a comentários sem educação, aguarde a moderação