Luxa vê evolução, e você?


"Escalei dois zagueiros e um time com dois meias e dois homens de frente, do jeito que eu gosto (n.b*: não parece). O Mozart se comportou muito bem. Estava mais solto, mas cansou no final. Já os erros individuais fazem parte do jogo. Não posso crucificar ninguém. Preciso ter tranquilidade para analisar o jogo com um todo e ver que o time evoluiu."
* nota do blogueiro

Sério? O time evoluiu?
Você Palmeirense que acompanha os jogos do Verdão desde o início do ano, concorda?
O Palmeiras evoluiu?

Sinceramente, o time começou voando, muito rápido no ataque e depois parece que foi perdendo velocidade até estar quase andando em campo. Neste post, citei o seguinte, sobre o jogo contra o Nacional:

O time cansou muito rápido após fazer 1 x 0, até demais, simplesmente parou por achar que 1x0 era um excelente resultado. E como Luxemburgo já tinha feito 2 alterações muito cedo, "resolveu" fazer sua 3ª cagada no jogo (lembrando as outras 2: entrou com 3-6-1 e botou Obina totalmente desentrosado e fora de forma), tirar um atacante, o artilheiro da equipe, para botar um volante, de certo achou que 1 x 0 já dava vaga na semi-final.

O Palmeiras vem, em alguns momentos, andando em campo, literalmente, esquece de jogar, parece fraco fisicamente. Dá colapsos em alguns momentos, que se tornam fatais, como aconteceu contra o Barueri.

Mas não entendo, não vejo evolução, pois o time parece ter acreditado na filosofia de: "ter paciência, ao jogar em casa, pois os times vem fechado para o Palestra". Os jogadores acreditaram demais nisso e vem jogando de forma muito lenta, sem envolver o adversário, tanto em casa, como fora de casa.

Ao contrário do que o time apresentava no começo do Paulista, mesmo sem entrosamento, mesmo sem tempo para treinar.

Tudo isto pode estar ligado a saída de Willians, acredito que sim, mas você torcedor, viu evolução no time do Palmeiras?

2 Comentários até agora.

  1. VINCIUS escreveu:

    A BOLA CHEGOU MAIS REDONDINHA NO ATAQUE.
    ISSO JÁ É UM BOM SINAL.
    ABRAÇOS!

  2. Sérgio de Mauro escreveu:

    Do site do Terra:

    “O Mozart ficou muito tempo fora de forma, mas mostrou um pouco do futebol que pode. Ainda está aquém, mas já deu para ver sua qualidade, que com ele a bola sai redondinha. Pena que cansou”, avaliou, justificando a saída do ex-jogador do Spartak Moscou para a entrada de Marquinhos no segundo tempo nesse domingo.

    Não foi só a organização da defesa que deixou Luxemburgo feliz. O técnico também aprovou a dupla Keirrison e Obina: ambos fizeram gols, encerrando jejuns pessoais, e se movimentaram bem. Os dois, junto com Cleiton Xavier e Diego Souza, devem ser a força ofensiva alviverde no Uruguai.

    “Os dois atacantes fizeram gol e gostei também que eles se buscaram o tempo todo. Gostei da maneira que o Keirrison e o Obina incomodaram o Barueri. Atacante tem que incomodar”, cobrou o treinador.

    Pelo jeito, Luxa já está preparando, ou melhor, já preparou a cama para dar a titularidade plena a Mozart e Obina. Souza, que até aqui tem sido melhor volante do que Mozart, logo, logo irá se juntar aos esquecidos, Ortigoza está já está quase lá.

    Nada contra as pessoas de Mozart e Obina, mas não é normal os caras mal chegarem, fora de forma, não mostrarem serviço e virarem titulares. A não ser no mundo de Luxa Traffic Iraty. E o resto do time, o que pensará?

Adicionar novo comentário

Devido a comentários sem educação, aguarde a moderação