Cipullo rebate Luxemburgo


"Ele foi demitido exatamente em função das declarações dadas na coletiva de sexta-feira, após o treinamento. Na sexta ele deu uma declaração que subverte a ordem e autonomia da diretoria, se não tomássemos providência nenhuma perderíamos o controle."

Desculpa, o controle já estava perdido a tempo. Só a Diretoria do Palmeiras acreditava que não, pois bem, o erro foi corrigido. Antes tarde do que nunca.

"Tivemos um contato com o procurador do Muricy e ele nos transmitiu a decisão dele. Tivemos o contato com o Abel, mas ele descartou pois o clube de origem estipulou uma multa. O Dorival, por sua vez, é um treinador de ponta e qualidade, mas está empregado e vamos respeitar o contrato dele com o clube. Não procuraremos treinadores empregados sem o conhecimento do clube de origem."

Adicionar novo comentário

Devido a comentários sem educação, aguarde a moderação