Chega de apitos


No dia 29, neste post, escrevi o seguinte texto: A torcida é o reflexo. No fim do texto, meu apelo:

"Ah, ia me esquecendo, por favor, NUNCA MAIS DISTRIBUAM AQUELES APITOS. Torcida esquece de cantar e fica apitando."


Depois no dia 31, neste post no Coração Palmeirense, o mesmo apelo do companheiro de Mídia Palestrina. Fora, Apitos! Ele escreveu:
"Sim, meu boicote é um manifesto isolado contra os “apitos”. Fora, Apitos!"


Aonde estou querendo chegar?

CHEGA DE DISTRIBUIR APITOS NO ESTÁDIO!

É curto e grosso, queria saber quem foi o infeliz que teve a idéia de distribuir esses apitos. E aposto uma cerveja, que foi baseada na torcidinha do ixpó, que no primeiro jogo do ano, contra o Palmeiras, possuia esses apitos na boca, e naquele dia, esqueceram de cantar e gritar para apitar!

Torcedor, vá ao estádio, cante, grite e apóie o Palmeiras durante os 90 minutos.

Perdendo ou ganhando, não se importe, apóie o Palmeiras.

Torcer é sentir a paixão do Palestra correndo nas veias.

Ser apaixonado pelo Palmeiras é muito mais que uma derrota, um empate, uma vitória ou um título.

Esqueça o técnico ou jogadores, no gramado é a gloriosa camisa que está jogando.

Depois dos 90 minutos, se achar necessário, critique.
Mas durante os 90 minutos de jogo: Torça! Cante! Grite! Apóie! Porque aqui, é Palmeiras!

Um Comentário até agora.

  1. Piazera escreveu:

    Valeu pela força Fernando.

    Tambem linkei o Nação nos blogs do Palestra...

    Um abraço!

Adicionar novo comentário

Devido a comentários sem educação, aguarde a moderação