Vai para Europa


É incrível como a imprensa joga nossos jogadores para a Europa dia-a-dia. Sim, pois veja o caso de Souza, 1 jogo pela Libertadores, e já começam as perguntas referente à jogar na Europa. Mas o jovem, foi rápido e habilidoso nas palavras:

"Não tenho ambição nenhuma de jogar fora agora. Já estou num time grande, e meu pensamento está em fazer história aqui."

Fantástica a resposta. Não? E teve outras coisas interessantes, lembrando que a fonte é a Assessoria de Imprensa do Palmeiras.

"Quando criança, a gente sempre ouvia falar do Palmeiras. É um time muito grande, e todo 'moleque' sonha um dia chegar até aqui. Por isso que, para mim, cada jogo é um prato de comida. Procuro dar o máximo para sair de campo sempre de cabeça erguida."

Acho engraçado, o Souza não fez um jogo fantástico, mas o fato da classificação mudou tudo. Mas devemos levar em conta o fato de entrar como titular numa Libertadores e num jogo decisivo é complicado, e ele fez o que deveria ser feito, fechou bem os espaços e no segundo tempo cresceu, carregando a bola até o meio, como já tinha falado, o moleque é um bom 2º volante.

Mas o que me motivou a fazer este post, é como nosso próprio povo, expulsa os jogadores do Brasil, os joga para a Europa. Vejamos a Argentina, ele tem patrocínios ridículos, cerca de 5 vezes, no mínimo, a menos, mas conseguem manter alguns de seus melhores jogadores por lá. Gostam de defender seus times, e não se importam em ganhar um pouco menos.

Vejam o caso de Keirrison, um garoto novo, que já chegou ao Palmeiras com a pressão de todos para ir embora, não é fácil. Precisamos (imprensa e empresários) repensar este fatores, para o bem do futebol brasileiro.

Adicionar novo comentário

Devido a comentários sem educação, aguarde a moderação