Preço menor e sócio-torcedor


Palmeiras estuda reduzir preço dos ingressos e criar sócio-torcedor
Presidente alviverde fala em plano como milhagem de companhias aéreas e ter até 25 mil fanáticos relacionados ao clube

O Palmeiras estuda formas de diminuir o valor dos ingressos nos jogos no Palestra Itália durante o Campeonato Brasileiro. Em reunião realizada na última quarta-feira com alguns membros de torcidas organizadas, o presidente Luiz Gonzaga Belluzzo discutiu alternativas para que o torcedor não pague tanto pelas entradas nas partidas. Atualmente, um bilhete de arquibancada no Palestra custa R$ 40, valor considerado muito alto pelos fanáticos palmeirenses.

- Conversamos sobre uma forma de reduzir o valor dos ingressos. Estamos pensando em alguma forma de relacionar volume e preço. Queríamos criar algum benefício, como acontece com as companhias aéreas. Quem vai mais ao estádio pagaria menos – disse Belluzzo, afirmando que o torcedor poderia acumular pontos e trocar por descontos em produtos dos patrocinadores do Palmeiras.

Outro plano que o presidente palmeirense quer implantar no clube é o programa de sócio-torcedor, já utilizado por outras agremiações no país.

- Estamos caminhando para ter o programa de sócio-torcedor. Com isso, também poderíamos baixar os valores dos ingressos. Acredito que conseguiríamos pelos menos 25 mil adesões. Estou de acordo que o valor do bilhete é alto, mas precisamos encontrar uma maneira de fazer com que o clube não perca e que o torcedor também não pague tanto.

Adicionar novo comentário

Devido a comentários sem educação, aguarde a moderação