Em Atibaia


Marcão: "Aqui não tem moleza. Ficamos mais concentrados, controlando o descanso, a alimentação e principalmente conversando mais. Como ficamos mais próximos, conversamos sobre diversas coisas, e pode ter certeza que não falta futebol. Isso é legal para acertarmos alguns detalhes"

Mozart: "Ficando alguns dias juntos, a gente só pensa em futebol. Em casa, por exemplo, você tem uma série de preocupações, até mesmo com os filhos, que acordam à noite e por aí vai. Aqui a gente fica totalmente concentrado e trabalhando direto aquilo que mais precisamos", apontou o jogador, que chegou recentemente do futebol russo. "Cheguei há duas semanas apenas, é legal ficar esse tempo junto para eu conhecer mais meus companheiros"

Adicionar novo comentário

Devido a comentários sem educação, aguarde a moderação