Cosan?


Palmeiras fecha com a Cosan
Erich Beting

O namoro começou com o Flamengo, mas o casamento será com o Palmeiras. Nos próximos dias o grupo Cosan será anunciado como mais um patrocinador do clube paulista.

As bases do negócio foram acertadas nesta semana, mas as propriedades que estarão envolvidas ainda estão sendo discutidas. Resta um acerto entre clube, Cosan e Samsung, a principal patrocinadora do Palmeiras, para definir como será a entrega do novo patrocínio.

Segundo Luiz Gonzaga Belluzzo, presidente do clube paulista, a tendência é que a Cosan estampe alguma das marcas do grupo de combustíveis no calção palmeirense. Além disso, a empresa deve batizar um setor do estádio Palestra Itália, a exemplo do que acontece com a Visa. Muito provavelmente será a área destinada ao sócio-torcedor palmeirense.

A maior entrega de visibilidade em mídia para o grupo, porém, deverá estar na união do Palmeiras com os projetos de energia “limpa” que a Cosan tem. O casamento do verde do clube com a preservação do meio-ambiente seria o pretexto para que o novo patrocinador tenha inserções na TV Globo sem pagar por isso. O projeto seria anunciado na TV com o uso da cota a que o Palmeiras tem pela cessão dos direitos de transmissão dos campeonatos.

Curiosamente, o interesse pelo Palmeiras surgiu depois que o Flamengo sondou a Cosan para substituir a Petrobras na camisa rubro-negra. A proposta, que beirou os R$ 21 milhões, foi recusada pela empresa, que considerou o investimento muito alto. Com o clube paulista, o acordo tem valores menores, mas atende a interesses da alta cúpula da empresa, composta de alguns palmeirenses.

Mais uma vez, a decisão do patrocínio partiu do empresário, e não da empresa. Resta saber se o projeto vai mostrar que o negócio é sustentável...


Será? Patrocínio no calção?
Sinceramente acho muito feio e deixa o uniforme poluído, vide Gambás.

Quanto a parte da área para sócio-torcedor, interessante, bastante!

Adicionar novo comentário

Devido a comentários sem educação, aguarde a moderação