Sai da frente LDU



Diego Souza: "Sei que a torcida está decepcionada, e eu, se fosse torcedor, também estaria por tudo o que aconteceu. Mas o palmeirense é apaixonado e fanático, e sei que ele não vai abandonar o time nesse momento. Por isso, venho aqui convocar a torcida. O perde e o ganha é algo do futebol, mas vamos fazer de tudo para buscar a vitória. É a nossa grande chance de recuperarmos a moral para tentar a classificação na última rodada"

Marcos: "Mesmo quando estávamos perdendo por 2x0 para o Santos, a torcida continuou incentivando e jogou junto com o time. Queremos novamente o mesmo incentivo e a mesma paciência que eles tiveram nos dois últimos jogos que fizemos em casa. Nós sabemos que deixamos a desejar, mas lutamos e dessa vez vamos fazer de tudo para conseguir o resultado positivo."

Keirrison: "Se eu estivesse na pele deles, teria feito a mesma coisa. O torcedor quer ver o time vencendo. Mas o legal é que, durante todo o jogo, a torcida esteve presente, gritando e apoiando o time. Em nenhum momento deixamos de honrar a camisa, e prometemos muita luta nesta terça-feira."

Pierre: "Mesmo nos momentos de dificuldade, o torcedor palmeirense costuma estar do lado da equipe. Vaiar no final ou cobrar é normal e nós temos que entender. Mas durante os 90 minutos, sempre vi a torcida apoiar bastante. Contra o Sport e o Santos foi assim. E desejamos muito ver o estádio lotado nesta terça-feira, pois será o jogo mais importante do ano."

Não tenho dúvidas de que nossa casa estará lotada novamente. Afinal, dependemos somente de nossas forças, mas não custa insistir, são jogadores e técnicos pedindo apoio.


Mas claro, são 15 MI de torcedores pedindo raça. Derrotas são normais, ser eliminado na semi-final, num clássico, não é algo sobrenatural, mas faltou algo, e por isso que nós, torcedores, estamos tão chateados.


Amanhã tem jogo. E nós, precisamos não tomar conhecimento da LDU, é preciso destruir o time das alturas, para chegar no Chile com plenas forças.

Adicionar novo comentário

Devido a comentários sem educação, aguarde a moderação