Rapidinhas


Primeira vez I


Deyvid marcou seu primeiro gol e cometou sobre seu tempo parado e a emoção de fazer um gol depois de tantos problemas.

"Minha alegria é inexplicável. Só Deus sabe o que eu passei. Rompi o ligamento cruzado no início de 2008 e fiquei seis meses afastado dos gramados. Isso é o fim do mundo para qualquer jogador. Mas felizmente não desanimei e continuei buscando o meu espaço. Esse gol premia a minha perseverança e dedico aos meus familiares e também ao
Ortigoza, que deu um lindo passe."

"Não adianta entrar em campo e jogar por jogar. Em muitos jogos entrei faltando 10, 15 minutos, mas sempre buscando fazer algo novo, diferente. O jogador que entrar em campo precisa entrar e colocar dúvidas na cabeça do treinador. Espero que eu continue dando conta do recado."

Fonte: Assessoria de Imprensa do Palmeiras


Primeira vez II

O autor do passe para o primeiro gol de Deyvid, foi o estreiante Ortigoza, que comentou a sua estréia.

"Gostei da minha primeira partida. Procurei fazer o que o professor Vanderlei pediu. Corri pelos lados e me movimentei bastante. Também cadenciei o jogo quando estávamos na frente. Fico feliz de ter contribuído com o resultado, mas mais ainda por termos saído com os três pontos"
Fonte: Assessoria de Imprensa do Palmeiras


Ceni, o goleiro que não erra
Essa eu vi no blog Cruz de Savoia, mas o texto é do Futepoca, simplesmente PERFEITO, leia:
Quando entrevistado na ida para o vestiário no intervalo, o goleiro tricolor alegou que a bola de Molina no gol da vitória peixeira tocou na perna de um zagueiro do seu time, ainda dizendo que houve desatenção da defesa.

Rogério é aquele jogador que não erra. A soberba e a recusa em não admitir erros inclusive prejudicaram sua permanência na seleção e é incrível como ele insiste no erro. Erro não, perdão, ele não erra.

Contudo, o mais estapafúrdio é a Globo reprisar mais de uma vez o lance só pra ver se o arqueiro tinha ou não razão na reclamação contra a própria equipe. Ê, mídia condescendente...



Libertadores
Em mais um "jogo do ano", o Palmeiras enfrenta amanhã o Colo-Colo, em casa, no mesmo estádio em que Luxemburgo reclamou do gramado.

"Trata-se um jogo decisivo, de muita importância. É um momento legal de eles estarem juntos e passarem a vivenciar o clima da partida. Todos entenderam perfeitamente. Vão ter a tarde de domingo para ficar com a família e depois iniciam a concentração"
Fonte: Assessoria de Imprensa do Palmeiras

Um Comentário até agora.

  1. Clauber Michel escreveu:

    Ele estava merecendo pelo terceiro jogo ele entra bem....

Adicionar novo comentário

Devido a comentários sem educação, aguarde a moderação