Palmeiras x Bambi

Com certo atraso estou novamente publicando neste blog.

Viajei para São Paulo, e infelizmente não foi para ver o jogo. Tive um evento e NÃO CONSEGUI VER O JOGO. Maldito. Acompanhei pelo rádio o primeiro tempo, já estava 0x1 quando liguei o rádio, minha vontade era chutar alguém.

E o pior foi ter que desligar o rádio a cerca de 40 min do primeiro tempo e quando cheguei de um carro com som escutei: "E Dagoberto aproveita o vacilo e marca o segundo do São Paulo".

Alguém acredita que eu prestei atenção em evento? Fiquei lá rezando pela virada. Se alguém me perguntar sobre o que era o evento eu já não sei. Minha tensão era grande. Precisa aliviá-la. Eram 18:00 hrs, resolvi sair por uns minutos, fui comprar algo para comer e perguntei ao vendedor: "E aí? Sabe quanto ficou Palmeiras e São Paulo?", e o rapaz me respondeu: "Dois a dois". Um alívio me veio a cabeça, mas ao mesmo tempo me veio decepção, pelo pouco que acompanhei no rádio (uns 20 min) vi que pressionamos bem mais. Era pra estar na liderança!

Não vi o jogo e não vou comentá-lo, por hora com certeza, vou tirar alguns trechos de blogs palestrinos.

Segundo o 3vv: Os oito lances que decidiram o jogo.

O Palmeirense já sabe e provavelmente já viu tudo. Começo de jogo, Diego Souza rouba a bola do jogador sãopaulino, dribla o próximo e está pronto para entrar na área, na cara do gol. Falta contra o Palmeiras. (LANCE 1)

Dois lances depois. O Palmeiras está no ataque. Em lance que poderia ser apitada a falta pró-Palmeiras no ataque o juiz, magnânimo e pensando estar atuando como "europeu", deixa a bola seguir. Confusão no meio de campo, aparentemente falta sobre o jogador do São Paulo mas o juiz deixa correr. Léo Lima está na marcação do lado direito da defesa, e faz pênalti, a meu ver desnecessário.

Pênalti batido, o Palmeiras tem time para virar. Tinha! Diego Souza quer dar a saída com rapidez, para pegar o goleiro voltando ao gol. Foi atrapalhado na saída. Confusão, empurra-empurra, e o juiz expulsa Diego Souza e Borges. (LANCE 2)

Alex Mineiro e Kléber tem duas ótimas chances. Na primeira Alex bate em cima do goleiro. Na segunda, Kléber, com o gol disponível, chuta em cima do goleiro. (LANCE 3 e 4)

Cabeçada de Alex Mineiro. A bola bate na trave e quica sobre a linha, mais prá dentro do que prá fora. Não é gol (a bola tem que entrar 100%). O banceirinha é bom de vista não? (LANCE 5)

Segundo tempo: Denilson entra em campo. Numa bola ao seu estilo, pelo lado direito consegue passar pelo defensor sãopaulino e encontra um espaço para Kléber entrar com bola e tudo. Na reposição outro Sãopaulino chuta de propósito a bola sobre o atacante palmeirense. Nem advertido foi. (LANCE 6)

Dois minutos depois. Kléber dribla a zaga e sobre falta (essa marcaram). Leandro bate e a bola desvia - caprichosamente - na defesa. 2x2 (LANCE 7)

O lance que todo mundo viu foi antes do jogo. Juvenal Juvêncio, Presidente do São Paulo FC, gritou na imprensa prá todo mundo ouvir o que ele achava da escalação do árbitro Sálvio Spínola. E esse foi o LANCE 8.


Agora, não bastasse o jogo, tinha que secar o Grêmio. FELIZMENTE o GrÊmio se deu mal. Estava cercado de gremista no ônibus que fui para São Paulo, eram uns 6 e eu o único palmeirense, graças a Deus, nenhum Bambi!

Pra cima deles verdão! Tem chão e chegaremos lá!

Adicionar novo comentário

Devido a comentários sem educação, aguarde a moderação